Netanyahu in Congress: J'lem will not be divided

quarta-feira, 4 de junho de 2008

Nestes Shabat: Shacharit, Bat Mitzvá e Preparação para Shavuot


Querida Sinagoga Scuola, Shalom Alechem!

Neste Shabat teremos a alegria de estar em mais um "delicioso" Serviço de Shacharit, tendo a oportunidade singular de navegar pelas águas de Ma Tôvu, Adon Olan. E voar com as asas das Bênçãos da Manhã, interagindo com o Eterno, B'H com as passagens de Hallel, enquanto nossos olhos, em modo discreto e respeitoso, contemplam as Portas do Aron HaKodesh se abrindo para, como dois braços, convidar-nos à Torá. Provocando-nos à dança com a Torá e seu descanso sobre a Bimá e, diante destas maravilhas, integralmente, mergulharmos na doçura do Sh'má Yisrael..., recebendo o Midrash que HaShem nos inspirar a oferecer e, finalmente, o manto com que nos cobre a Birkat HaKohanim.

Entrementes, a jovem Gabriela Ribeiro Zucco, em Bat Mitzvá, será trazida pelos seus pais e demais jovens da Sinagoga, diante de um consciente Minyan. Sob o som de músicas judaicas e, após as recitações em que foi orientada, serão lançadas sobre ela as Brachôt pertinentes e a especial Birkat HaKohanim. E, assim, ela será recebida como uma "batmitzvá", fortalecida com a responsabilidade de interagir com o Eterno, B'H, de forma direta e precisa, por via das Mitzvôt e de uma Vida Judaica da qual ela venha a se orgulhar, sendo, finalmente, considerada uma Mulher Virtuosa!

E, para que nosso júbilo se complete, este Shabat é a preparação para SHAVUOT, a Festa da Torá, a Festa da Colheita. A Festa especialmente dedicada à comemoração da Entrega da Torá, pelo Eterno, por intermédio de Moshè rabenu. A Torá, A Instrução, como expressão da Misericórdia de HaShem pelo seu povo e do seu Amor pela humanidade!

Nossas crianças receberão doces, chocolates e sorrisos afetuosos, nesta preparação. Domingo, à noite, é a Véspera de Shavuot e é de boa conduta que, todos, deixando do lado seus problemas, suas dificuldades e suas vicissitudes, possam, efetivamente, promover reuniões de almoço, de jantares, de cafés em que haja doces, muitos doces, pois a Torá é doce como o mel... Baruch HaShem...

Continuem, de forma intensa e precisa, na segunda-feira e terça-feira, ou seja, o primeiro e o segundo dia de Shavuot, promovendo jantares, encontros festivos, cafés etc... Não importa como, mas a reunião, feliz e sincera, cujo assunto sejam as Maravilhas do Eterno, especialmente, a Entrega da Torá!

Nas bênçãos, um Shabat Shalom

Rav Pietro Nardella-Dellova

Um comentário:

nascimento disse...

Shalom,beit midrash! Me perdoe, mas pelo que eu entendi, uma pessoa não judia, o máximo que ela pode faser com relação ao seus sentimentos pelos judeus é ficar apenas admirando-os, uma vez que vocês enfatisa ao não proselitismo e converções!, como fica então o caso da descriminação,o aceitamento de um gentio na comunidade não faz parte da tesedaca? será que é tão difícil assim erdar o reino de D´US para um qualquer? ou seja ,é impossivel?. vocês poderiam ao menos me esclarecer esta situação,por favor! sem mais no momento e sem nenhum ressentimento meu cordial shalom.