Netanyahu in Congress: J'lem will not be divided

quarta-feira, 15 de julho de 2009

15 Julho - 13 Tamuz: Dia Especial do Nascimento do Rav Biagio



B"H


Prezados amigos, Shalom!


Neste dia, 15/7, um dia veramente muito especial, seja no calendário comum ou no corresponde hebraico, nasceu o Rav Biagio - uma alma singular!


Rav Biagio era uma pessoa necessária. Pessoa que faz a diferença do tipo que, sem ele, nada seria igual! Uma alma solidária, bondosa e justa. Em uma das mãos, dizia sempre, devemos levar a bondade; em outra, a justiça!


Ele nasceu em 15 Julho, 1924 - 13 Tamuz, 5684 (Parashá Balac) e sua vida toda foi para agregar, fazer entender, explicar, amparar a teshuvá, indicar o caminho. Jamais chegou à casa de alguém sem, ao menos, levar um pão! Jamais deixou de honrar seus pais e jamais deixou de receber alguém em sua casa...


Seu sorriso era daqueles sorrisos abertos, pois ele estava sempre de bem com a vida e com HaShem, a quem amava incondicionalmente! Nele a Torá se mostrava humana, não como um manto que o cobrisse, mas como a pele. A Torá aparecia no seu sorriso ou quando abraçava sua esposa e a chamava de "amiga". A Torá era seu rosto, seus ossos e sua carne. A Torá nele, era, de fato, Torá Chaim! A Torá brilhava em seus olhos verdes! Sim, o Rav Biagio tinha os olhos verdes!


O Rav Biagio alimentava as formiguinhas com leite em pó e gomos de laranja, ainda no espaço externo da casa, para que elas não morressem afogadas na pia e gostava de ficar sob as árvores vendos os pares de passarinhos namorarem. Era a pessoa para a qual os cachorrinhos corriam de alegria, o papagaio cantava de alegria...a pessoa a quem tudo parecia fácil, tudo simples, tudo completo!


Ensinou-me coisas maravilhosas! Uma das mais especiais foi o respeito e carinho pelo elemento feminino. Dizia-me ele: Giuseppe, em tudo que encontrarmos no caminho, o elemento feminino é superir, determinante e imprescindível!


Ajudou sempre. Ensinou sempre, mas nem sempre encontrou pessoas amigas ou esforçadas!
Hoje ele teria 85 anos! E, então, fazemos esta homenagem para o Patrono de nossa Sinagoga Scuola, na esperança de reencontrá-lo, em um tempo de Mashiach. Preciso reencontrá-lo em tempo de Mashiach, para dizer que sua vida não foi em vão, pois sua luz, seus ensinamentos, seus olhos verdes e sua bondade, estão presentes em mim, com carinho eterno....


Nas Bênçãos
Rav Nardella-Dellova

Um comentário:

Maria Madalena disse...

Shabat Shalom Rav!!
Hoje, pela terceira vez estou lendo esta homenagem ao Rav Biagio.Consigo sentir no meu coração a emoção do seu sentimento..
Maria Madalena